Projeto faz plástica em quem não pode pagar

A Clínica Vitèe, na Barra da Tijuca, dirigida pelo cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti, passa a fazer parte do “Projeto Orelhinha”, que possibilita a realização de cirurgias para a correção de problemas nas orelhas, as chamadas orelhas de abano, de pacientes que não têm condição de pagar.

Semanalmente, o projeto, criado em 2010, realiza 60 cirurgias nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas e Salto. A iniciativa é do médico Marcelo de Assis e já realizou 1500 cirurgias em todo o País.

 

 

Comentários

Categorias