Procura por lipo na bochecha aumenta nos consultórios médicos

Procura por lipo na bochecha aumenta nos consultórios médicos

Procura por lipo na bochecha aumenta nos consultórios médicos

Um novo tipo de lipo vem fazendo sucesso nos consultórios de cirurgia plástica. Rápida e de fácil recuperação, a redução das bochechas, cujo nome técnico é bichectomia, consiste na retirada de uma porção de gordura chamada “bola de Bichat”, que fica no canto externo da boca.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, apenas este ano, já foram realizadas 120 cirurgias desse tipo no país.

O procedimento, que custa entre R$ 5 mil e R$ 9 mil, demora, em média, 40 minutos, e é realizado com anestesia local e sedação opcional.

— A cirurgia é feita a partir de um pequeno corte, de dois a três centímetros, na altura do canino, por dentro da boca. Identificada a bola de gordura, retiramos o excedente. Os pontos são dados dentro da boca e saem naturalmente — explica o cirurgião plástico e diretor médico da Clínica Vitée, Ricardo Cavalcanti.

A bichectomia é procurada por mulheres que têm a face mais arredondada, diminuindo o volume entre a maçã do rosto e a mandíbula. O rosto fica mais definido e fino.

— Procurei o cirurgião porque queria fazer uma plástica nos olhos. O tamanho da minha bochecha sempre me incomodou, mas eu não sabia que essa cirurgia era possível. Depois que fiz, as pessoas perguntavam quantos quilos eu tinha emagrecido. Adorei! — contou a empresária Fernanda Sader, de 54 anos.

Segundo os médicos, após o procedimento, a região fica levemente inchada e um pouco dolorida. A recuperação ocorre em cerca de dez dias.

O presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional São Paulo, Fernando de Almeida Prado, alerta que é preciso procurar um profissional que tenha experiência na área, para não lesionar o ducto parotídeo, canal que transporta saliva, nem algum nervo, o que pode levar à paralisia facial.

Apesar de recente no Brasil, o procedimento de redução das bochechas é feito há 40 anos nos Estados Unidos. No mundo das celebridades, Madonna teria sido a primeira a se submeter à cirurgia. A atriz Angelina Jolie e a socialite Kim Kardashian também recorreram à técnica. E os homens também estão entrando no clima.

— Sem dúvida, as mulheres são a maioria dos pacientes. Mas a clientela masculina também cresce muito — diz o cirurgião Ricardo Cavalcanti.

Fonte : Jornal EXTRA – Repórter : Júlia Amin

Comentários

Categorias