Strobing : técnica de maquiagem que ilumina e dá aspecto natural ao rosto

Strobing : técnica de maquiagem que ilumina e dá aspecto natural ao rosto

Strobing : técnica de maquiagem que ilumina e dá aspecto natural ao rosto

O strobing é uma técnica de maquiagem que dá aspecto natural à pele e que usa produtos que dão brilho ao rosto.

O segredo para fazer o look é misturar o hidratante com a maquiagem antes de aplicá-la no rosto, de forma que o resultado final fique com um aspecto brilhoso.

Depois, faça o reforço da iluminação das áreas que refletem a luz mais facilmente, como maçãs do rosto, osso do nariz e têmporas.

As dicas dos especialistas, é que se prepare bem a pele antes de começar a maquiagem. Hidrate e use um tônico.

Caso a pessoa tenha a pele oleosa, use um hidratante oil free.

Vale, ainda, apostar num bom primer para fixar o iluminador.

Quem tem pele olesa, deve preferir o iluminador em bastão. Para quem tem a pele seca ou mista, para dar o efeito natural típico do strobing, é preciso misturar aproximadamente ¼ de hidratante (tamanho equivalente a uma moeda de um real) de iluminador, que pode ser em creme, líquido ou em pó.

Com um pincel, aplique a misturinha nas têmporas fazendo um “C”, que vai das bochechas até um pouco acima das sobrancelhas, no canto interno dos olhos, no “V” da boca, em cima do ossinho do nariz, abaixo das sobrancelhas e no centro da testa.

Mas preste atenção ! Nada de exagerar, do contrário, a pele ficará com aspecto oleoso.

Apesar de parecer uma técnica que dá bem menos trabalho que o contorno, não se deixe enganar, pois a pele só pode refletir a luz se estiver saudável e bem cuidada. Isto significa que você não pode abrir mão dos cuidados diários de limpeza e hidratação.

Se necessário, use também antioxidanes, e lembre-se de manter uma dieta equilibrada aliada à ingestão de água na quantidade correta.

Fonte : UOL

Saiba como combater o ressecamento labial

Saiba como combater o ressecamento labial

Saiba como combater o ressecamento labial

No inverno, o tempo mais frio e seco deixa as pessoas mais propensas a enfrentar ressecamento labial, o que pode levar a rachaduras e até sangramentos, em alguns casos.

A principal causa do problema é a saliva, que contém enzimas que ressecam os lábios. Até crianças que usam chupeta ficam sujeitas a isso, porque o objeto provoca acúmulo de saliva na parte externa da boca.

Apesar de ser de fácil solução, o ressecamento labial pode causar bastante desconforto, especialmente se o tratamento for adiado. Com o passar do tempo, a abertura das rachaduras, além do aspecto feio, provoca ardência, o que gera incômodo para falar e comer.

Quem sofre do problema deve utilizar, diariamente, reparadores labiais à base de cera de abelha, silicone, ácido hialurônico ou ceramidas.

Ao contrário do que se pensa, manteiga de cacau não é uma opção eficiente, já que o produto tem efeito hidratante passageiro e ainda retira água dos tecidos dos lábios.

O uso de protetor solar labial também é importante, já que a exposição ao sol é outro fator que agrava o ressecamento labial. A fórmula desses produtos, em geral, já contém hidratantes.

Fonte : Extra

Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Enquanto boa parte das mulheres do mundo sonham com seios maiores, muitas delas tomam a decisão contrária : fazem cirurgia para reduzí-los. As principais razões são a estética e problemas na coluna.

O cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti, diretor médico da Clínica Vitée, afirma que ocorre hoje a correção de um exagero. “Nos anos 90, as brasileiras passaram a buscar um padrão americano, de aumentar excessivamente. Hoje há uma tendência para o equilíbrio. Aquelas mulheres que colocaram mamas muito grandes, estão tirando”, explica. Segundo o especialista, o índice das “arrependidas” chega a 20%.

A principal dica é não tomar decisões precipitadas ou baseadas na moda. “Costumo dizer para as minhas pacientes que não é igual a corte ou pintura de cabelo”, destaca Ricardo Cavalcanti .

Luiz Haroldo Pereira, titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, tem a mesma avaliação. “Nos últimos anos houve um exagero, mulheres procurando próteses de até 600 ml”, revela. Além das que querem reduzir, Luiz Haroldo Pereira relata que as pacientes já chegam no consultório pedindo próteses de silicone “não muito grandes”. “A média hoje é de 250”, conta.

Além de problemas da coluna — causados por um excesso de peso dos seios — muitas mulheres reclamam da dificuldade de fazer exercícios, principalmente a musculação.

A cirurgia exige internação de um dia, e outros 30 de recuperação. Sempre deixa cicatrizes, mas o tamanho e o local variam. O recomendado é fazer depois dos 18 anos, quando os seios estão plenamente desenvolvidos.

Fonte : O Dia

 

 

34ª edição da Jornada Carioca de Cirurgia Plástica será realizada esta semana no Rio de Janeiro

34ª edição da Jornada Carioca de Cirurgia Plástica será realizada esta semana no Rio de Janeiro

34ª edição da Jornada Carioca de Cirurgia Plástica será realizada esta semana no Rio de Janeiro

A 34ª Jornada Carioca de Cirurgia Plástica será realizada de quarta até sábado, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

O encontro reunirá grandes nomes da área, como Ivo Pitanguy, que dará palestra sobre sua técnica em mamoplastia.

No evento, estão sendo aguardados mais de 300 cirurgiões de diversos países.

Fonte : O DIA

 

Comentários

Categorias